sucesso bendito4.jpg

Sucesso Bendito: Arthur Nogueira canta Caetano Veloso - 2021

Caetano é todo meu. Digo, meu favorito. E olha que tenho muitos preferidos! É que são muitos e grandes, tantos e diversos e imensos... Mas Caetano “é” eu. Uma escolha pessoal, biográfica. Então, quando ouço Arthur, com essa voz de Arthur, que é só dele, dizendo letras que conheço tanto, botando tudo no colo e me entregando de novo, recebo e me emociono, renovada.

 

O lugar essencial, minimalista, da voz com o violão – que é a alma de tantos compositores –, nos silêncios de Arthur gritam o grito tão docemente solitário e lindo desse cantor, que respira olhando para cima, rezando pela chuva de canções que saiu de sua boca e sobre ela cairá de volta, na forma de tantas vidas.

 

Não é fácil recantar canções, mas é tão necessário, quando legítimo. Porque se não for, não é, não vale, não temos tempo a perder. Então, é claro que Arthur Nogueira pode e deve cantar Caetano. Ele tem seus motivos e essa sua voz tamanha, do tamanho singular que sempre vai ter a obra que o inspirou.

 

Zélia Duncan 
junho/2021

  • Preto Ícone Spotify
  • Preto Ícone Deezer
  • Preto Ícone YouTube
  • A Apple ícone social Música
  • Preto Ícone Tidal

Repertório:


01 Sucesso bendito (Caetano Veloso) 

02 Pronta pra cantar (Caetano Veloso) 

03 Drama (Caetano Veloso) 

04 Força estranha (Caetano Veloso)

05 Eu te amo (Caetano Veloso)

06 Giulietta Masina (Caetano Veloso)

07 Tempestades solares (Caetano Veloso)

08 Menino Deus (Caetano Veloso)

09 Estou triste (Caetano Veloso)

10 José (Caetano Veloso)

 

Ficha técnica:


Produzido por Alexandre Fontanetti

Concepção, voz, violão e arranjos: Arthur Nogueira

Consultoria artística: DJ Zé Pedro

Fotografia: Miro
Edição de moda: Paulo Martinez
Beleza: Silvana Gurgel
Design gráfico: Elisa Arruda

Gravadora: Joia Moderna

Assessoria de Comunicação: Mary Debs

 

Captação de áudio, mixagem e masterização: Alexandre Fontanetti.
Gravado ao vivo no estúdio Space Blues, em São Paulo, em 19 de junho de 2021.